segunda-feira, 4 de março de 2013

Olhares



Natural como um sussuro, assim são as mensagens que recebemos dos olhares.
Sutilmente delicado aos encantos e completamente verdadeiro...o olhar fala..e muito... mesmo quando as palavras faltam.

Nos expomos...abrimos nossa alma, entregamos nosso espírito ao enxergarmos mais longe.

A diferença está em decifrarmos os sinais que recebemos e "escolher" o momento certo para fechar os olhos e escutar nossa sintonia interior. Um tênue e possível suspiro.

Por que ficamos brincando com as pedras se existem diamantes brilhantes esperando calados por nosso olhar?. Com as pedras nos machucamos, com os diamantes nos elevamos.

Saber discernir o verdadeiro do falso em um segundo é mesmo uma arte. 

Mas somos assim...acreditamos naquilo que queremos enxergar. Vivemos confirmando que o que importa não são as pedras que encontramos pelo caminho, mas sim as flores que carregamos dentro do nosso coração.
Então podemos dizer que os olhares são vagos?...certos ou incertos, eles estão sempre lá.

Frações e segundos podem confirmar...o silêncio impera.

Ainda que façamos parte de um universo cheio de contradições, cremos naquilo que nos faz bem, que nos alimenta e sobretudo que nos faz fechar os olhos nos momentos de maior alegria...sorrimos por dentro sem nenhum limite ou barreira.

Derrubamos grades, abrimos portas...permitimos.

É preciso compreender que os olhares não acontecem por acidente do destino ou uma coincidência implícita...é sempre o resultado da intenção elevada, de um esforço sincero e da direção inteligente. Ele representa a sábia escolha de muitas alternativas.

Enquanto puderes erguer os olhos para o céu sem medo, você saberá que tem o coração puro..e creia...isto significa felicidade, pois a vida é para nós o que recebemos dela.
Ainda que exitam diferenças gritantes entre olhar e enxergar...a alma ultrapassa qualquer entendimento.

Afinal, o silêncio é um dos argumentos mais difíceis de rebater.

Mas não se esqueça: onde quer que você vá, vá com todo seu coração e se precisar fechar os olhos de vez em quando, siga a sua natureza, ela certamente guiará seus passos e orientará suas decisões.

As coisas boas vem com o tempo, mas as melhores surgem de repente.
Como uma simples e singela...olhadela.

Um comentário:

Deixe seu registro...