segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O hoje...o agora





Nunca foi tão verdadeira essa sensação próxima entre o céu e a terra.
Essa total razão que sutilmente chamo de sintonia...nada melancólico, apenas pura e simplesmente o acaso, descrevendo que somos parte de um mistério acumulado, em uma breve brisa.

...que silenciosamente se aproxima, mas ignoramos por não compreendermos o tempo como um aliado a tormentas internas.
Existem coincidências que nos servem de alertas, outras que nos ensinam a sermos mais intensos para com nossas próprias vontades. 

Existe uma linha tênue entre o céu e a terra que nos mantém firmes com nossos propósitos, talvez exista mais que isso, mas cada passo ao seu tempo.

Por muito tempo, eu pensei que a minha vida fosse se tornar uma vida de verdade.
Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver, um trabalho não terminado, uma conta a ser paga. aí sim, a vida de verdade começaria. 
Por fim, cheguei à conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade. 

Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho! Assim, aproveite todos os momentos que você tem. E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhar, especial o suficiente para passar seu tempo; e lembre-se que o tempo não espera ninguém. 

Portanto, pare de esperar até que você termine a faculdade; até que você volte para a faculdade; até que você perca 5 kg; até que você ganhe 5 kg; até que seus filhos tenham saído de casa; até que você se case; até que você se divorcie; até sexta à noite até segunda de manhã; até que você tenha comprado um carro ou uma casa nova; até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos; até o próximo verão, outono, inverno; até que você esteja aposentado; até que a sua música toque; até que você tenha terminado seu drink; até que você esteja sóbrio de novo; até que você morra; e decida que não há hora melhor para ser feliz do que agora mesmo... 

Lembre-se: felicidade é uma viagem, não um destino.