terça-feira, 17 de abril de 2012

Borboletas na janela





O tempo segue e continuamos a esperar um sinal, um tênue lampejo claro ao amanhecer. 


Abrimos nossa mente em busca de um pouco de tranquilidade, uma vida mais simples ou até mesmo caminhar um pouco mais para não permanecermos calados diante da nossa própria incredulidade perante a vida...ou através dela. 


Trocamos passos através da solidão, escuto o silêncio como uma forma de contemplar pensamentos guardados, abraço diariamente minha incrédula vontade de compreender que a vida é um simples instante. 
E como é grande a vontade de ficar parada, ou então voltar no tempo e começar a caminhar novamente, seguir novos rumos, calmamente e prazerosamente ao lado daqueles que não estão mais ao nosso redor. 


Existem instantes em que nos permitimos cultivar a melancolia, recordar velhos hábitos, despencarmos diante das coinscidências da vida, mas é assim mesmo, a vida nos prega peças para não despencarmos como uma borboleta sem asa...é preciso caminhar, voar se possível. Mas assim é a vida e sua finita descrição, vivemos esperando mais borboletas na janela. 


Sim, muitas...coloridas, indicando mudanças e contemplativos momentos que ainda estão por vir. Ainda existirão mais choros e risadas..chegadas e partidas. Vocé deve abraçar a vida, pois assim como fazem as borboletas, a vida pede passagem e não estaciona diante de novas possibilidades. 
Quando nos sentimos estagnados..incapazes de nos movimentar, lembremos destas criaturas incríveis...a evolução entra em cena e lhes dá a força necessária para iniciar um novo ciclo. Se preparam para mudanças e progressos, saem de seus casulos para se deparar com um novo mundo em sua nova forma confiando em suas frágeis asas em voo ainda desconhecido. 


Compreender, ser...descrições e verbos não se misturam. Ainda existe muito chão pela frente, a estrada é longa e o tempo é curto...segundos preciosos. Outro tempo começou, para mim é o agora, o ontem tornou-se apenas uma passagem, intensa...mente. 
Para cada borboleta, cada trajeto....eu vou continuar em frente: Auto-transformação, clareza mental, liberdade, renascimento. 


Assim se faz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu registro...