sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Aos 33



Chego aos 3.3 com uma vaga ideia de tempo e espaço..
De certo e errado...
De faltas e presenças...
Mas com uma projeção bem certa: de força e vontade sem limite.

Não concluo nada até o presente momento, ainda sou/estou cheia de vida para concluir qualquer episódio.
Minha vida se tornou um livro, inúmeras páginas, milhares de contextos: e que maravilha.
Estou feliz e ao mesmo tempo triste...uma boa mistura diga-se de passagem. Sem a tristeza, não nos concluímos, não nos testamos - Não nos permitimos.

E quanto ainda temos pela frente?

Sem previsões, apenas e unicamente realizações.

Estou viva e com a certeza de que existe muito chão para percorrer.
Não traço rotas, apenas as percorro. Para mim é assim, uma singela postura inclinada ao acaso, se é que me entende. Duvidar, crer..seja o que for, estou presente e de frente.

Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que se expresse sua opinião...
Difícil é expressar por gestos e atitudes, o que realmente queremos dizer.

Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias...
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus próprios erros.

Fácil é fazer companhia a alguém, dizer o que ela deseja ouvir...
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer a verdade quando for preciso.

Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre a
mesma...
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer.

Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado...
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece.

Fácil é viver sem ter que se preocupar com o amanhã...
Difícil é questionar e tentar melhorar suas atitudes impulsivas e as vezes impetuosas, a cada dia que passa.

Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar...
Difícil é mentir para o nosso coração.

Fácil é ver o que queremos enxergar...
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.

Fácil é ditar regras e,
Difícil é segui-las...

Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu registro...