terça-feira, 6 de julho de 2010

Coincidência ou apenas verdade?

Morreremos sem saber o real sentido de nossa existência, isso é a única e soberana barreira onde nos prendemos todos os dias.
A mais pura e incrível descrição de uma estranha coincidência chamada curiosidade.

Uma vez pensei: Por que será que todas as pessoas de bom senso, pensam como nós?, talvez este fato seja apenas uma mera e positiva oportunidade de conhecimento.
O fundamental é não fecharmos nosso julgamento sobre as pessoas e suas verdades pessoais, questiona-las causará ainda mais dúvida e não responderá nem de longe a mesma pergunta: Existe ou não coincidência?

Não nos fechemos; devemos sim nos guiar por um caminho de alternativas. Nos submeter ao desconhecido ainda pode ser uma boa fonte de inspiração e novas frentes de pensamento.
E qual a verdade nisso tudo?, que a liberdade de pensamento e conduta começam quando aprendemos que elas não existem.

E por tal, ainda podemos dizer que as vezes não basta procurarmos razões.
A verdade é infinita e real.

Dizem que o ser humano é composto por 59% de água. Isso torna liquidas todas as suas pretensões ou líquida com elas?.
Ainda por cima ao nascer todo ser humano já traz dentro de si todas as características fundamentais para querer mandar em todo mundo e não admitir controvérsia.

É impressionante que, apesar de sua notória estupidez, sua absoluta incapacidade de reconhecer a realidade que o cerca e, sobretudo, a realidade de sua própria ineficácia para a sobrevivência,o homem continue a se achar o rei dos animais.
E todos sabem, que quando Deus criou o homem, todos os animais que estavam em sua volta só não caíram na risada por uma questão de respeito.

Então me responda:
O que é mais errado: Julgar uma pessoa pelo que ela não é, ou exatamente pelo que ela é?.

Está aí o espelho para os maiores questionamentos pessoais sobre o alheio que tanto ilude sobre saber para onde ir e como ir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu registro...