segunda-feira, 5 de abril de 2010

Comunicação - Never give up

Para: Fábio Yoshimoto

Somos influenciados diariamente por uma publicidade que nos transforma a cada hora do dia. Como diria Kotler: "Aquele que não aproveita a oportunidade, passa o resto da vida a pensar nela".

Inicio o artigo perguntando a você:
Como você qualifica e quantifica a publicidade em sua vida?

Sejamos práticos, acelerados em questionar: somos afinal o fruto do corporativismo que nos mantém como clientes?

Penso mesmo que somos de fato o produto final de um mercado que se mantém alerta e em constante rotação. Sofremos com intensas mudanças, presenciamos fatos, evidenciamos tendências
, nos permitimos invadir e a ser invadidos, o que é hoje certamente ficará para ontem.
Desta forma, constatamos mais que nossa inerente participação.
Se faz urgente levantarmos e fundamentarmos tudo aquilo que colocamos empenho, desenvolvemos para que as pessoas enxerguem e acima de tudo: gastamos tempo e energia por uma aspiração própria.
Inicie uma fase evolutiva-criativa, estamos cercados por essa roda acelerada chamada tempo, de forma que, ou você se sobressai, ou estará sujeito a viver o resto da vida em uma interminável fila de espera.


Somos arrebatados, inclinados, estimulados, pressionados e conduzidos pela mídia, enxergamos mais do que devemos, fechamos os olhos no momento em que precisamos de verdade nos aprofundar mais no contexto.
É claro que existe uma parcela muito grande de acerto, onde desfrutamos de uma vastidão de oportunidades latentes que se formam ao nosso redor.
Mas será mesmo que tudo isso é suficiente?

Comunicação de qualidade requer empenho, estímulo e perspicácia, qualidades estas que não podemos encontrar em qualquer divisor de águas, elas crescem paralela a nossa vontade.

O importante é reconhecer que a boa comunicação está aliada a
dedicação, seriedade e esforço e que isso não são apenas sinônimos de sorte, compreende?
Nada é por acaso, mas tudo vem do acaso, desde que você saiba como administrar e claro, nunca desistir de tentar fazer o melhor para o melhor.

2 comentários:

  1. DNF não existe no meu mundo. Amo muito você!

    ResponderExcluir
  2. Dani,

    Confesso que fiquei emocionado com a dedicatoria.

    Acho que parte de mim esta no NEVER GIVE UP, ate pra chegar aqui.

    Vc tbm esta construindo o seu caminho e vai chegar la! Keep walk!

    Bj do padrinho/brother.

    ResponderExcluir

Deixe seu registro...