segunda-feira, 29 de março de 2010

Multiplicando idéias - A wish

Direcionamento, composição e inspiração.


No desenvolvimento de uma campanha publicitária é preciso trocar a visão multifocal pela periférica, sair do campo de conforto e somatizar horizontes criativos.

Uma boa idéia consegue atingir determinado público se você souber ampliar ainda mais seu leque de opções quando for confrontado a ser mais do que está acostumado.

Quando verbalizamos palavras com um contexto real, captamos segurança, inspiramos mudanças e materializamos ações com conteúdo.


Executando boas idéias, atingimos um número maior de respostas satisfatórias e logo mensuramos o investimento que nos propusemos a cumprir.

Não estou relatando respostas obtidas com prazos; mas previna-se, eles de fato existem e é preciso uma margem de segurança quando o que está em jogo é a campanha pela multiplicação (inicialização?) de suas idéias.

Um desejo oculto inspira curiosidade?, certamente que sim, mas depende de onde e até quanto você está disposto a mensurar para que isso ocorra com autenticidade e foco.


É preciso ter em mente que um desejo é mais que um fator, é uma válvula de escape prestes a ser aberta para o mundo, e isso por si só, já é capaz de provocar intensos abalos em uma estrutura mal fundada.

Desejo não é objetivo e isso é fato, portanto tenha em mente que existem meios para coloca-los em prática e deixando isso claro, suas idéias se transformarão em ferramentas palpáveis e necessárias para o mercado.

Não saia por aí divulgando palavras, dispare e espalhe olhares de retorno.

Pare de ser redundante, formate teorias .


O que quero passar com tudo isso é a compreensão que racionalmente existe dentro de cada boa idéia existente e com isso você evolua com a habilidade de qualificar e quantificar verdadeiramente seus desejos.

Desejo é uma vontade, uma aspiração do querer através do saber, portanto transforma-los em objetivos requer uma boa dose de racionalidade aliado a um contexto real.

Saber para onde e como já é um start. Acredite: a necessidade faz a vez e se o seu trabalho vier a tona no momento propício, as respostas virão e com elas a concretização de seus desejos.


Eis aqui o maior de todos os conselhos: verbalize com contexto.

Saia de sua zona de conforto e encontre subsídios para se colocar no lugar daqueles que receberão seu trabalho, porque você pode mesmo mudar a visão e o desejo de alguém.

Isso é ou não é um estímulo?
Pense nisso e comece agora mesmo.

Um comentário:

  1. Este texto vai clarear a cabeça de muita gente! beijo, linda!!

    ResponderExcluir

Deixe seu registro...