terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Um bom ano


Mês conturbado, mas estou aqui para me despedir em grande estilo.

Hoje é um dia como todos os outros, não fosse a idéia de saber como anda seu espírito de gentilezas.
Estamos chegando ao final de mais um ano, para alguns o melhor, para outros nem tanto assim.
O importante é saber onde você se empenhou e quais serão os frutos de sua dedicação atual.
Existe um período do ano em que colocamos na balança nossas atitudes, e claro, nos desperta esse sentimento de acolhimento pessoal e de pensamentos bucólicos e até mesmo incertos sobre o que nos espera.

Mais do que uma expectativa, estamos todos empenhados por fazer do mundo um lugar melhor e com uma dose maior e melhor de inteligência.
Despertar a curiosidade e incentivar a cultura literária, talvez adormecida no meio de tantos assuntos políticos e afins que tanto buscamos mudar, mas que erroneamente não conseguimos.
Peçamos talvez uma chance de iniciar uma jornada com melhores imagens, melhores demonstrações de humanidade e uma certa compreensão aplicada na educação de cada ser humano que nos rodeia e por todos que iremos conhecer.

Para mim o ano termina com inúmeras descobertas pessoais, relevantes gritos de criatividade e intensos momentos de pensamentos profundos.
Incontáveis minutos de paciência misturados a frustrações repentinas, mas essa é a grande chave da questão, ter a disciplina para virar o jogo.
Uma dose extra de contemplação ao ver meus textos lidos e apreciados por pessoas que nem sequer conheço pessoalmente, mas que já fazem parte do meu dia-dia, me impulsionando a colocar em prática toda essa carga positiva de crescimento pessoal.

O ano pessoal é o que você faz, aquele que você, incansavelmente, coloca empenho, otimismo e o torna singular entre tantos que já passou e sabiamente deixou para trás como parte de sua história.
Para o próximo ano desejo que você queira muito mais, desperte muito mais sentimentos intensos nas pessoas e que acima de tudo continue apostando e acreditando em suas escolhas.
Assim mais um ano se vai e proponho que façamos um balanço do que aprendemos, acreditamos e supomos mais que realizamos.
Desejo que você continue aqui, fazendo parte da minha história e que juntos possamos adquirir mais e melhores experiências significativas.

Não esqueça, para o próximo ano, siga três simples passos:
NO FEAR
NO LIMITS
NO STRESS

Até o próximo ano.

Em especial, dedico ao meu marido, a quem hoje é meu maior e mais fiel companheiro e sem ele nada disso seria possível.

6 comentários:

  1. morri, juro, me faltou o ar e deu borboletas no estomago! acabo de engolir seco tb. Te amo sempre! Você é tudo! 2010 soca-bota!

    ResponderExcluir
  2. Incrível, Dani!
    Até ano que vem e uma virada de ano ótima pra vc e seu super marido companheiro!

    beijos
    tati cavalcanti

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! Continuarei, aqui. Feliz Ano Novo, gatísssima! Que sua criatividade continue brotando mais e mais, alimentando seu talento para escrever. Beijos,
    Marcelo Savignano.

    ResponderExcluir
  4. é isso ai Dani! Pensamentos conscientes,positivos e coletivos têm a capacidade de transformar o mundo, sem limites e sempre...
    Um brinde ao nosso ano pessoal presente e aos melhores que virão!
    beijos e parabéns prima!
    Maira

    ResponderExcluir
  5. FELIZ "DOISMILIDEIAS" PRÁ VC...

    Ah, trocadilhos não são a melhor solução criativa, mas começar o ano com bom humor é uma boa pedida!
    Beijo imenso.

    ResponderExcluir
  6. Bom ano Daniela ! te deseo la mayor felicidad al lado de Fernando.
    Besos y abrazos desde Gavà.

    ResponderExcluir

Deixe seu registro...