sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Ultrapassando o tempo


Para fechar a semana...

É bem verdade que estamos em um processo de reciclagem.
Estamos revendo valores, questionamento posturas, cobrando mais que realizando.
Nossa cabeça anda a mil, com nossos pensamentos indo cada vez mais depressa, talvez além da conta do que conseguimos processar.
O quanto tudo isso modifica sua vida?

Não podemos colocar em segundo plano a nossa verdade, nossos sonhos, o que de fato nos deixa felizes.
Nós merecemos momentos de prazer, de plena inconsciência.
Podemos contar quantas vezes nos perdemos em risadas, em rodas de conversas com bons amigos que fazem parte da vida e que ficam ausentes na maioria do tempo.
Ter tempo é algo bem relativo para algumas pessoas e isso de fato me deixa um pouco confusa sobre o que as pessoas de fato querem ou estão fazendo de suas vidas.
Existe um desperdício muito grande, um abismo de tarefas e vontades que deixamos para trás, apenas esperando o tempo passar e fazendo dos segundos um conflito de interesses muito grande.
Estamos colocando muita coisa na frente de nossos interesses. o mundo cobra, este é o maior problema moderno.

Estamos contando demais as horas e esquecendo os raros momentos de prazer, talvez de quietude.
O mundo é portátil demais, não acha?

Existe um prazo que devemos respeitar, mas precisamos compreender e aceitar a hora em que devemos sair do lugar. Se o mundo é portátil, é preciso ultrapassarmos as próprias sensações de limite pessoal.
Nós viemos ao mundo para fazer acontecer, nossos anseios não podem estar entre o limite e o real.

Temos de saber aproveitar o tempo seja de que forma for, pois se não, os dias passarão e nada mudará, você verá a vida acontecendo pelo lado de fora da janela de casa ou do trabalho.
Divida seu tempo, multiplique suas vontades, saiba somar suas vontades, mas diminua sua carga horária de cautela e preocupação.

Por isso existam pessoas que tenham um pensamento diferente sobre tempo e afazeres... isso talvez as assuste, as surpreenda.
A vivacidade é algo impressionante e isso sim é um diferencial.
Se você possui a opção de mudar o cenário de sua vida, ultrapasse seus limites, crie suas opções, construa seu caminho, identifique-se com algo relevante.
Ao menos algo mudará, sua tentativa de fazer valer a pena.

"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento, perdemos também a felicidade".
Carlos Drumond de Andrade

Um comentário:

Deixe seu registro...