segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Reflexos e impressões



Bahiano é um povo de fala mansa, rasteira...certeira.
Fiquei encantada com esse jeito tranquilo de fazer as pessoas se sentirem em casa. Somos afinal, os convidados de uma festa que não termina nunca.

Existe um encantamento que só sentimos mesmo em Salvador. As pessoas são felizes por sí só e sabem mesmo como aproveitar este contemplamento interior.
Me senti bem apenas com o fato de compreender que existe uma magia que circula pela cidade, e como dizia Tom Jobim: quem conhece não esquece nunca mais.

E de fato concordo, pois voltei com o espírito mais leve, a cabeça muito mais centrada e o coração um pouco mais leve. Talvez seja um sentimento compatível com saudade, infinita saudade pelas coisas que ví e pessoas que tive o prazer de conhecer um pouco mais.
Eternas primeiras impressões, reflexos de boas lembranças.

Cidade de magia de todos os sonhos e encantos,
O canto de São Bartolomeu é também dos Orixás,
Recanto e encanto de ebós e de todos os Santos,
Paraíso de Mãe de Santo e também dos Orixás.

Em todo motivo se faz festa com alegria,
Regadas com bebidas e cantos de preceitos.
Cidade de todas as crenças e encantos,
De pecados e tradições em boa harmonia...

Cidade de beleza histórica e bonita por natureza,
De ladeiras e construções barrocas multicoloridas,
Nasceu e cresceu beirando os morros da natureza,
Em um lindo dia de pôr-do-sol de nuvens coloridas...

Num sonho de inspiração poética me disse o poeta:
A minha castro Alves é praça. E é do povo!...
É a àgora da liberdade e sonho eterno do poeta.

Nas águas do Dique de Tororó,
vem a creça nos Orixás...
Do som dos tambores do Pelourinho,
vêem as tradições...
Da voz do vento dos coqueiros de Itapoã,
vêem as canções...
Da colina sagrada da igreja do Senhor do Bonfim,
vem a fé, as promessas e as orações...

2 comentários:

  1. Oxenti Menina, essa Terra sempre foi sua e sempre será. Obrigado por tudo, principalmente pelas palavras tão ricas de minha terra tão amada.

    ResponderExcluir
  2. Estive aí ano passado, nessa mesma época e adorei! Fiquei enlouquecida com tudo e especialmente com o povo. Uma verdadeira delícia.
    E fiquei feliz de saber que você voltou, que a vírgula foi rápida como um suspiro mais longo.

    Beijos
    tati

    ResponderExcluir

Deixe seu registro...