quarta-feira, 2 de setembro de 2009

BONS VENTOS

Que bons ventos o trazem?
Nas minutas da vida, algumas boas perguntas fazem a diferença na hora de
provocarmos decisões imediatas aheias.
Bons ventos representam passagens, segundas preciosos de tempestividade, condução de atividades e atitudes.

Certamente quando pensamos em escrever sobre algo, esperamos bons ventos de inpsiração.
Mas não é apenas por aí, não devemos esperar que algo nos chame a atenção. É preciso calcularmos e adentrarmos nos passos de uma boa pesquisa, fundamentar idéias com clareza, não divagar, focar!

Inúmeras vezes nos deparamos com situações que exigem mais do nosso saber pessoal. E como sair desta situação?, você já parou para pensar quantas respostas infundadas e sem limite você já deu?

Bem, vamos lá.
Quando coloco o assunto a tona sobre bons ventos, quero que a partir de agora você comece a raciocinar, não mais pensar sobre criação como sendo um departamento a parte de sua vida, do qual você passa longe com medo de não saber como agir quando lhe perguntam ou pedem algo a você. Deixe a brisa da curiosidade pegar você.

O primeiro passo é você permear qual frente você quer se especializar e com isso iniciar sua busca cautelosa e contínua por dados que despertem primeiramente sua curiosidade, após concluída esta fase, você saberá qual caminho seguir em sua carreira publicitária, sem isso, estará dando tiro no escuro.

Ao contrário do que dizem é preciso criar uma rotina de trabalho, pois um redator não limita sua capacidade de contatos apenas dentro da agência, sua rotina inclui buscar novos parceiros, novas frentes de pesquisa e principalmente novos contatos que divulguem ainda mais o seu trabalho.
Neste caso a rotina entra como uma forte aliada, pois acredite: você terá hora para entrar no trabalho, mas esqueça horário de saída (sim, um redator praticamente fecha a agência) e com isso você acaba criando laços com todos os departamentos e deixando claro que sua presença não se limita a apenas um computador e vários cafés.

Tenha em mente que um dia nunca será igual ao outro, suas funções serão sempre distintas e apesar da rotina mencionada acima, sua vida será permeada de conhecimento, boas piadas e o melhor: reconhecimento. Viver correndo atrás de notícias, boas idéias e incentivo sempre trazem boas recompensas, pense nisso como sendo um degrau diário que ao final levará ao topo da escada com uma janela aberta para o sucesso e com direito a bons blends de café.

Tudo tem um começo, acerte o seu.

Um comentário:

  1. "Tudo tem um começo, acerte o seu". Você escreveu para mim isso? Me ouviu pensar essa madrugada, foi?

    Boas dicas. Gracias, chica!
    beijo
    tati cavalcanti

    ResponderExcluir

Deixe seu registro...