sexta-feira, 24 de julho de 2009

PORTAS


Certa vez me disseram que as perguntas que fazemos aos outros servem como espelhos da alma.
Será mesmo que estamos perdendo tempo questionando mais que vivendo?
É um bom começo, uma excelente oportunidade de aprendizado.

Iniciemos nossa jornada aprendendo a sermos menos exigentes e mais positivos. Abandonemos rótulos e pretensões, sejamos claros com as nossas escolhas.

Para uma rotina determinada criamos padrões que servem de encalço-calço, apenas andamos nos trilhos seguros, menos estreitos, convencionais, afinal, nos ensinaram a vida inteira que caminhos seguros são sempre mais fáceis...será mesmo?
Sejamos um pouco perdidos em nosso labirinto pessoal, pois pensar muitas vezes atrapalha a criação.

Criar implica em decifrar as vírgulas dos textos, pontuar frases desfeitas e principalmente ocupar um espaço maior que o necessário em salas de espera.
Façamos de perguntas ocultas, ações imediatas. Fazer é sempre melhor do que nada.

Existem muitas portas ocultas espalhadas por ai, cabe a você deixar fechadas aquelas que não o levarão a lugar algum. 
Existe sim um ponto de partida, uma porta certa, um início.
Faça uma escolha, siga uma rota, aposte em você, estabeleça quão longe você deseja ir e siga sempre em frente, mas com os olhos enxergando laterais, possua opções.
A vida lhe mostra caminhos, você conhece pessoas, as mesmas lhe colocam em diferentes direções, mas caberá somente a você decidir de verdade para onde deseja ir.

Por isso pegue seu guia pessoal, reveja todas as possibilidades, profissionalize-se.
Seja sempre seu porto seguro, sua porta aberta para o mundo.
Esse é hoje meu melhor conselho.

Pode entrar, minha porta está aberta.

Um comentário:

Deixe seu registro...