sábado, 13 de junho de 2009

Outra vida


Você quer ir além?
Comece a ouvir a voz que murmura dentro de você, ronda seus ímpetos e quer determinar suas ações.
Você realmente pensa em seguir algum caminho diferente em sua vida?
O quanto você se doa a para que isso aconteça de verdade?

Existem coisas que estão além de nossa compreensão e muitas vezes distantes de nossas mãos.
O destino prega algumas peças engraçadas, peças que não sabemos como encaixa-las.
Tudo se torna tão igual, a mesmice pode torna-lo um fantasma de sua própria vida. Talvez por isso as pessoas falam das sombras que podemos causar na maioria do tempo.
Não existe bola de cristal que possa prever os passos que devemos tomar, ações que devemos ter, caminhos que devemos seguir, mas uma coisa é certa: Somos donos de nossa própria vida na maioria do tempo e isso só já nos possibilita sermos mais do que estamos acostumados.
Ser, diretamente ser.

Não podemos ser estranhos a nossa própria existência, se é que me entende.
O que quero passar adiante hoje é a importância de escutarmos nossos sonhos para que mais tarde eles não nos atormentem e se tornem uma barreira pessoal.
Não deixe que o dia de hoje se torne apenas mais uma tarde olhando para o relógio contando os segundos que não passam enquanto você começa a imaginar uma outra vida repleta de acontecimentos bacanas, que hoje não passam de sonhos ou peças que não se encaixam.

Você precisa mesmo se doar, comece a separar alguns minutos para fazer algo que realmente vale a pena por e para você. Isso inclui fazer novos planos, afinal, a vida não para e você precisa seguir adiante com um alternativa que o tire do lugar.
Não puxe o freio de mão, não deixe de acreditar em sonhos, não se julgue o tempo todo.
Permita-se em um determinado momento deixar o sol bater em seu rosto e sentir uma brisa energizante, pois os pequenos sinais estão onde se menos espera. 
E se você precisa de razões para explicar algumas coincidências que a vida lhe apresenta, eu volto a dizer:  deixe a vida lhe apresentar algumas boas surpresas, não tente desvendar os mistérios.
Respeite e siga em frente, você saberá de uma forma ou outra o que aprendeu.

A felicidade é um caminho de mão dupla, você precisa apenas traçar a rota que quer seguir.

Um comentário:

Deixe seu registro...