domingo, 24 de maio de 2009

VOGUE


A popularidade não é algo tão simples como pode parecer. Tornar-se uma pessoa conhecida ou reconhecida nem sempre é tão óbvio a quem se deseja ou imagina ser.
Cada pessoa possui um dom natural, algo que o faz ser popular dentro de suas características pessoais.
O que determina é o quanto nos dedicamos para que essa particularidade se torne essencial em nossas vidas. Escrever, pintar, desenhar, falar e até mesmo saber ouvir.

Para que sejamos reconhecidos é necessário acima de tudo tornar nosso diferencial capacitado,enfim, desenvolvido plenamente.
Sejamos vendáveis. Saibamos como e por onde começar.

Você sabe vender seu diferencial?

Primeiramente, estabeleça alguns ideais, trace suas metas, cumpra sua rotina diária, não se perca diante de algumas possibilidades que possam surgir, não saia do caminho. 
Acredito que no percurso você conhecerá pessoas que farão despertar alguns sentimentos diferentes, lhe dar conselhos, dizer como e onde você deve, dará palestras de vivência, blá,blá,blá.
É importante sim ouvir atentamente, mas não a ponto de modificar sua essência.
Você é aquilo o qual nasceu para ser, individual e completo.
Você nasceu com uma popularidade, a sua vida.

Existem alguns pontos importantes que você precisa avaliar.
Você faz o que gosta, estudou para aquilo que acreditava, investe seu tempo se reciclando?
No mundo atual em que estamos, é preciso.
Vivemos em uma sociedade que nos cobra o tempo todo, somos colocados a prova, nossos limites são severamente testados quando menos se espera, somos apontados, lembrados, mencionados por um minuto ou mais quando decidimos colocar em prática tudo o que aprendemos ao longo do tempo.
Auto crítica, auto avaliação. Você simplesmente chega ao final do dia, balançando a cabeça e dizendo a sí mesmo: sim, eu sou capaz de ser mais do que pensava.

Talvez você não seja conhecido, nem mesmo mencionado entre os seus, mas acredite a oportunidade está para quem a faz. ou seja meu amigo: a popularidade que você tanto almeja, pode estar bem ao lado nas notas que você esquece guardadas dentro de uma gaveta.
Vender não é fácil, basta colocarmos as peças certas nas prateleiras alheias. As pessoas compram sempre, elas compram aquilo que você souber vender.

Se o mundo está repleto de bons profissionais lhe direcionando a toda hora, esquive-se sempre que um deles mandar você para qualquer lugar. A chance de você ser alguém popular depende exclusivamente de seus reais interesses. 
Aumente suas possibilidades sendo sempre visível, converse mais, escute mais que falar, questione sempre que for possível, seja persistente. 
NÃO SEJA REDUNDANTE, crie um padrão de escolhas, cultive o hábito da leitura, pesquise com os que estão sempre em evidência, acredite, se eles estão lá, souberam quebrar barreiras e se tornaram essenciais às prateleiras alheias.
Fique atento aos sinais. Tendências, gostos. Esqueça os achismos. Aposte sempre.

2 comentários:

  1. eu não acho nada, eu procuro. Amo vc!

    ResponderExcluir
  2. É bem isso. Aposte. A palavra apostar nunca foi tão atual. A gente vive apostando. Em tudo aquilo que a gente acredita que esse mundão pode nos dar depois de tanta informação.

    Vc escreve bem. Aposte nisso.

    tati cavalcanti

    ResponderExcluir

Deixe seu registro...