quarta-feira, 11 de março de 2009

Pensar - verbo transitivo.

Boas idéias vendem.
Boas idéias nos revelam.
Boas idéias movem o mundo.



SEMPRE COCA COLA

Em Maio de 1887 o farmacêutico John Pemberton criou a Coca Cola. Sua visão e sua persistência tornaram-se únicos e presentes em todo o mundo.
Para se ter uma idéia da dimensão, Coca Cola hoje, é sinônimo de sucesso. A propaganda mundial se rende ao mercado e o mercado se rende a idéia do sabor.

As vezes Empreender vai além das boas idéias, é preciso saber argumentar.Assim como John Pemberton, é da mente e da união do acaso que nascem as soberanas surpresas de sucesso.

É preciso fazer do único, um aliado infalível. Ou como prefiro descrever: Achar uma linha contínua de raciocínio.




POST IT

Quem não se pergunta até hoje como uma cola na ponta de um papel deu origem ao post it?
Tudo começou em 1968, quando o cientista Spence Silver da empresa 3M, que trabalhava no aperfeiçoamento de colas para fitas adesivas, descobriu um adesivo posicionável que possuía características completamente diferentes das que ele procurava.
Mas assim, dentro da empresa 3M, muitos se mostraram cépticos durante as tentativas de lançamento do produto. Quando Fry começou a falar em Post-It, ninguém entendia, pois as pessoas nunca tinham ouvido falar em recados autocolantes e mostravam-se um pouco reticentes no que dizia respeito à utilidade do produto. Foi então que Fry decidiu distribuiu amostras pelas pessoas para que pudessem experimentar e aprender como funcionava.
Em 1981, o produto foi lançado e um ano depois era considerado o melhor novo produto da 3M.
Foi assim que o Post-it, se transformou numa solução simples, ágil e eficiente em todo o mundo, fruto da união de uma experiência inicialmente "fracassada" de um cientista com a necessidade pessoal de um inventor.
Encontrou a solução, dialogou, vendeu a idéia.


Estes foram alguns exemplos sobre como fazer virar o jogo. Em um segundo você pensa em criar algo e no seguinte permanece a diferença entre fazer boas oportunidades e guarda-las na gaveta.

Nós vivemos em São Paulo, somos cidadãos do mundo. Um mundo lotado, mas carente no século atual.

Quando mensiono estes dois belíssimos exemplos de criação, estou ciente que a publicidade de hoje passa por um momento de sinal amarelo, onde talvez as grandes pessoas e seus possíveis sucessos estejam soterrados ou apenas escondidos diante de uma multidão enorme que enfrentamos todos os dias diante do espelho.

O que quero passar adiante é muito mais do que palavras de motivação, quero que você comece a pensar onde mora o seu botão do fazer. Acontecer suas prioridades, suas idéias e seus desejos reais, vender suas idéias a sí e aos outros que o cercam.
Elas valem seu esforço?, até onde você sabe disso?

De nada compensa ler bons livros e compreender as palavras se você não exerce a mais simples atividade cerebral : PENSAR e não apenas concordar com tudo o que você vê e ouve.
As vezes o seu diferencial está em exatemente seguir suas próprias conclusões.
Deixe aflorar o seu instinto e claro, sinalizar quando uma boa idéia lhe surgir. Nós estamos cercados de bons exemplos e fórmulas incríveis de perseverança.

Unidos a uma meta, teremos então uma boa dose de vantagem, pois quem sabe o que quer, sabe onde quer chegar.

Para descobrir isso, se é que você esta em busca de realizar algo, precisa de verdade compreender que o mundo esta cheio de ilusionistas frustrados que ainda sonham obter suas glórias e estes, capazes de tudo, atropelam quaisquer sinais de competição alheias. Ou seja meu amigo, o mundo é dos leões e não dos gatinhos inocentes. Você precisa se armar. Precisa estar sincronizado com as pessoas certas, o segundo que pode mesmo fazer a diferença entre ser e estar. Estar ao lado dos que fazem o mundo girar.

Não fique em casa dormindo com suas grandes idéias. Não espere sua campainha tocar. Certamente a época de ouro do "Avon chama" acabou faz tempo.
Ninguém o espera.
Talvez as melhores idéias brotem da necessidade, mas se ela se faz presente na sua vida, com certeza você começará a prestar mais atenção aos seus sentidos a partir de agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu registro...